• Marcação Online calendar
  • Fale com um assistente chat
  • Checkup Online agenda
  • Oferta de avaliação médica gift

Saúde Oral: os 7 problemas mais comuns nas crianças

  • ESPECIAL INFANTIL

    Tudo o que sempre quis saber sobre a Saúde Oral dos mais pequenos

    Os temas mais importantes e os truques que não pode perder, para um crescimento harmonioso e com dentes saudáveis.

Tópico

Saúde Oral: os 7 problemas mais comuns nas crianças

Visitar o dentista com regularidade e adotar os cuidados de higiene necessários é essencial para que as crianças protejam os seus dentes. Se não o fizermos (ou se acontecer algo que não esteja sob o nosso controlo), podem surgir vários problemas de saúde oral. Vejamos alguns exemplos das questões que mais afetam as crianças:
 

Quais são as doenças mais comuns?
 

  • Cáries

Esta é uma das doenças mais comuns no universo da Medicina Dentária, afetando muitas pessoas em todo o mundo. 
Podendo aparecer em qualquer dente e em qualquer idade, esta patologia surge, essencialmente, devido ao efeito das bactérias sobre os restos de alimentos. Quando em contacto com os açúcares dos vários alimentos, estes micro-organismos produzem ácidos que vão afetar o esmalte, originando cavidades nos dentes.

No caso específico das crianças e dos bebés, o esmalte ainda não tem a resistência de um dente adulto. Por isso, evite consumir açúcares e usar o biberão sem uma higiene adequada. Além disso, tenha em atenção que soprar a comida do bebé ou experimentá-la usando a sua colher constitui um comportamento de risco, podendo transmitir bactérias responsáveis por cáries.

  • Doenças gengivais

Paralelamente às cáries, que atacam diretamente as superfícies dos dentes, as crianças também podem sofrer com doenças gengivais. Normalmente, estes problemas surgem de uma higienização inadequada e da acumulação de placa bacteriana junto aos tecidos da boca.

Se não for convenientemente tratada, uma infeção deste tipo pode levar ao sangramento das gengivas e evoluir para cenários muito mais graves, como a periodontite ou até a perda de dentes, afetando bastante a dentição do seu filho no seu futuro.

  • Má oclusão

Seja por chuchar no dedo (ou usar chupeta durante muito tempo), por pressionar os dentes incisivos superiores contra os lábios, ou apenas por questões genéticas, existem muitas crianças que sofrem de má oclusão. 

A existência de dentes tortos ou desalinhados pode fazer com que o seu filho sofra bastante com o mau encaixe das arcadas dentárias, necessitando de tratamentos relativamente demorados. Para evitar problemas, mantenha-se atento à evolução da dentição e consulte regularmente o seu médico.

  • Fluorose

A utilização de pastas de dentes com flúor é importante para a prevenção de problemas e para garantir dentes fortes e saudáveis. No entanto, esta não é única forma que o ser humano tem de obter este mineral. Por isso, o uso excessivo de flúor na higiene oral pode causar um problema chamado fluorose, que se caracteriza pelo aparecimento de manchas brancas ou castanhas nos dentes. 

Aconselhe-se junto de profissionais e utilize os produtos adequados, seguindo à risca as suas indicações.

  • Bruxismo

Mais comumente conhecido como o hábito de ranger os dentes e sem causas claramente identificadas, o bruxismo é outro problema bastante comum na infância. Ainda que normalmente passe com a idade, a verdade é que também podem permanecer ao longo do tempo. 

Sendo este um problema silencioso, a melhor forma de identificá-lo é marcar consultas periódicas com o seu médico dentista. Depois de analisar a situação, um profissional saberá sugerir um tratamento adequado ao caso de cada criança.

  • Traumatismos dentários

Seja a brincar com os amigos ou a praticar desporto, é possível que alguns acidentes levem a dentes perdidos. Nesses casos, mantenha a calma e avalie o estado do seu filho.

Nas situações mais graves, se a criança se sentir tonta ou com náuseas, poderá até ser necessário recorrer a um hospital. No entanto, seja qual for o seu estado, uma consulta com o seu médico dentista é também essencial e deve ser feita sempre assim que possível. Com a ajuda de um profissional de Medicina Dentária, poderá resolver o problema e compreender os procedimentos necessários nos dias seguintes, para recuperar bem e em segurança.

  • Perda prematura dos dentes de leite

A perda de dentes de leite antes do previsto pode acontecer por várias razões e é outra situação que afeta muitas crianças. 
De forma simples, o que acontece é que, se o espaço deixado pelo dente não for ocupado, os dentes vizinhos vão começar a inclinar-se para ocupar essa zona. Esses movimentos, por sua vez, podem impedir a erupção do dente permanente que deveria substituir o dente de leite e levar a muitos problemas de más posições dentárias. 

Assim, embora possa parecer inofensivo, trata-se de um problema que pode trazer consequências muito graves se não for analisado por um médico.
 

Que cuidados deve ter?


É importante a prevenção do aparecimento de cáries e o desgaste dos dentes com comidas menos recomendadas. Limite o consumo de açúcares e de alimentos pegajosos, sobretudo entre refeições e à noite. Deixe as bebidas ácidas e açucaradas (como refrigerantes e sumos) para as ocasiões mais especiais. Além disso, é extremamente importante escovar sempre os dentes após o consumo destes alimentos e bebidas.

A maioria das dores de dentes sentidas pelas crianças são perfeitamente evitáveis.


Agora que já sabe mais sobre alguns dos principais problemas que podem afetar os seus filhos, faça tudo o que está ao seu alcance para evitá-los, procure ajuda sempre que precisar e Sorria para a Vida.