• Marcação Online calendar
  • Fale com um assistente chat
  • Checkup Online agenda
  • Oferta de avaliação médica gift

10 conselhos para criar bons hábitos de Saúde Oral

  • ESPECIAL INFANTIL

    Tudo o que sempre quis saber sobre a Saúde Oral dos mais pequenos

    Os temas mais importantes e os truques que não pode perder, para um crescimento harmonioso e com dentes saudáveis.

Tópico

10 conselhos para criar bons hábitos de Saúde Oral

Conseguir a participação dos mais pequenos nos tratamentos dentários ou até mesmo na escovagem dos dentes pode ser bem mais complicado do que imagina. Nessas alturas, a solução pode estar escondida em pequenos truques ou na sua própria criatividade. Veja 10 dicas que lhe podem ser bastante úteis e dê largas à imaginação:
 

Que truques pode utilizar?
 

Use a imaginação para despertar os mais pequenos para a Saúde Oral.


1. Leve a criança para as suas consultas

Esta pode ser uma boa forma de fazer com que criança reconheça o seu dentista desde sempre e crie empatia com a clínica. Experimente levá-lo consigo às suas consultas e faça um esforço por não lhe transmitir medo ou stress.

2. Crie um hábito desde pequeno

Leve os mais pequenos ao dentista assim que nascer o primeiro dente (por volta dos 6 meses). Ao fazê-lo, poderá verificar o estado da sua boca desde o início e criar um hábito, reduzindo a ansiedade nas próximas consultas.

3. Procure um Odontopediatra

Escolha profissionais de Medicina Dentária especializados em crianças, com formação para tornar a sua experiência o mais agradável e divertida possível.

4. Crie um momento de família

Se em casa todos lavam os dentes diariamente, porque é que não cria um momento de família? Mesmo que a criança ainda precise da sua ajuda, higienizar os dentes na mesma altura que os pais pode ser uma boa forma de transmitir a importância da Saúde Oral e explicar que todos devemos fazê-lo.

5. Facilite os processos

Torne o ambiente o mais adaptado possível às crianças. Assim, se a criança não for alta o suficiente para chegar à torneira, colocar um banco de apoio pode ser útil, por exemplo.

6. Não crie medo

Seja em que altura for, provocar medo nunca é uma boa ideia. Evite falar em instrumentos que possam ser assustadores para as crianças. Uma ida ao dentista deve ser encarada como uma consulta tranquila e divertida, portanto tente não dar demasiada importância a estes momentos.

7. Não minta

Por mais receio que os pequenos possam ter do dentista, nunca lhes minta sobre o sítio onde estão a ir ou sobre o tratamento que vai realizar. O truque está em transmitir confiança à criança e não em gerar medo, desconfiança e revolta.

 

"O truque está em transmitir confiança à criança e não em gerar medo, desconfiança e revolta."

 

8. Não partilhe más memórias

Se algum dos seus tratamentos no passado não correu da melhor forma, contar esses detalhes apenas contribuirá para aumentar o receio das crianças e o stress antes das consultas. Partilhe antes as boas experiências.

9. Personalize os materiais

A escovagem pode e deve ser um momento de diversão. Dentro das recomendações do seu médico dentista, deixe a criança personalizar os materiais que usa. Poderá deixá-la escolher a escova e a pasta de dentes que mais gosta, por exemplo, para a envolver ainda mais nos processos. Outra ideia será ligar o telemóvel e ouvir a música preferida dos mais pequenos enquanto eles escovam os dentes, para garantir que o fazem durante os 2 minutos recomendados.

10. Use a criatividade

Como já deve ter percebido, a sua criatividade é o limite. Por isso, dê largas à imaginação e crie momentos de diversão e de família em volta da Saúde Oral. Sejam histórias, músicas ou brinquedos, tudo pode servir para tornar estes momentos ainda mais divertidos.