• Marcação Online calendar
  • Fale com um assistente chat
  • Checkup Online agenda
  • Oferta de avaliação médica gift

A higiene oral entre os 7 e os 10 anos

  • ESPECIAL INFANTIL

    Tudo o que sempre quis saber sobre a Saúde Oral dos mais pequenos

    Os temas mais importantes e os truques que não pode perder, para um crescimento harmonioso e com dentes saudáveis.

Tópico

A higiene oral entre os 7 e os 10 anos

Durante o crescimento, a manutenção de uma boa higiene oral nas crianças exige muito apoio por parte dos pais. No entanto, com o passar do tempo, a coordenação motora e a responsabilidade das crianças também vai sendo cada vez maior. Veja como deve ser feita a higiene oral entre os 7 e os 10 anos de idade.
 

Mais de 7 anos, mais responsabilidade


A partir dos 7 anos, a criança já costuma ter a coordenação motora necessária para assumir a lavagem dos seus dentes. Contudo, para evitar problemas e garantir que a escovagem é feita de forma correta, o papel dos pais continua a ser importante. Por isso, mesmo sem escovar os dentes das crianças, é importante que continue a vigiar atentamente todo o processo até por volta dos 10 anos.
 

A partir dos 7 anos, a criança poderá começar a escovar os seus próprios dentes.
 

Como é feita a higienização?


A escovagem deve ser feita de forma semelhante aos adultos. Como tal, é essencial que a limpeza seja feita ao longo de todas as superfícies dentárias e da língua, de manhã e à noite (antes de dormir).

Relativamente aos instrumentos a utilizar, o melhor é obter essa informação numa consulta, pois apenas um profissional poderá avaliar corretamente as necessidades de cada criança. Ainda assim, de um modo geral, podemos identificar 5 regras:

  • ESCOVAS MACIAS E RENOVADAS – Garanta que a criança utiliza sempre escovas com as dimensões adequadas à sua idade e com filamentos macios, substituindo-as sempre que estiverem gastas.

  • PASTAS COM FLÚOR – As pastas utilizadas podem e devem conter sempre flúor, devido à sua ação no combate às cáries, sobretudo. Para tal, entre os 6 e os 10 anos de idade, a concentração recomendada de flúor está entre os 800 e os 850 ppm. No entanto, para evitar problemas, estes valores devem ser sempre confirmados com um profissional de Medicina Dentária. Além disso, utilize quantidades de pasta semelhantes a um grão de arroz cru (0,1g) para crianças com dificuldade em cuspir e uma quantidade semelhante a um grão de ervilha para as restantes crianças (0,3g). Outro indicador para a quantidade de pasta a ser usada pode ser o tamanho da unha do dedo mindinho da criança.

  • MOVIMENTOS CIRCULARES – Adotando este método e inclinando a escova em relação ao dente (com um ângulo de 45 graus, aproximadamente), a escovagem torna-se muito mais eficiente.

  • UTILIZE O FIO DENTÁRIO – Explique às crianças a importância do fio dentário para remover excessos de comida entre os dentes e garanta que o utilizam, para obterem uma limpeza mais eficaz.

  • ELIXIRES – Dependendo da recomendação do seu dentista, se utilizar um elixir para completar a higienização da cavidade oral, assegure-se de que a probabilidade de este ser engolido é muito reduzida.

 

"Entre os 6 e os 10 anos de idade, a concentração recomendada de flúor está entre os 800 e os 850 ppm."


Geralmente, os sete anos de idade marcam uma viragem no processo de lavagem dos dentes. Trata-se de uma passagem de responsabilidade e confiança quase em definitivo para as crianças, que passam a higienizar os seus dentes e gengivas completamente sozinhos.

No entanto, até aos 10 anos de idade, o contributo dos pais continua a ser muito importante. Para que tudo corra como esperado, verifique se a limpeza está a ser bem feita e marque consultas regulares no dentista. Se o fizer, estará a ajudar os mais pequenos a fazerem tudo bem nesta fase de transição e a manter bons hábitos ao longo da sua vida.