Se não tenho dentes naturais...

  • Se não tenho dentes naturais...

    Para quê ir ao dentista?

    Perceba porque tem de continuar a ir a consultas de Medicina Dentária.

    Saúde Oral

Notícias

Muitas pessoas que usam próteses removíveis ou fixas completas sentem que já não necessitam de visitar o dentista com regularidade. Mas essa noção não poderia estar mais longe da verdade. Perceba porquê.

E com próteses fixas completas sobre implantes? Também é necessário continuar a visitar o dentista?

 

O que acontece se tiver próteses removíveis completas ou as conhecidas “dentaduras”?

As próteses removíveis completas ainda são a solução mais escolhida por Pacientes que perderam os seus dentes naturais. Mesmo com este tipo de soluções, que não envolvem qualquer tipo de cirurgia, as visitas regulares ao dentista continuam a ser fundamentais. Não se esqueça que o seu dentista não trata apenas de dentes: cuida também das suas gengivas e dos ossos que se encontram sob as mesmas, que suportam as suas próteses.

Doenças como a gengivite e a periodontite podem desenvolver-se, mesmo que não tenhamos dentes naturais. E provocar consequências devastadoras, que têm impacto na Saúde do nosso coração, no controlo da Diabetes, ou até no agravamento de doenças como a Alzheimer.

Além disso, o uso prolongado de próteses removíveis vai provocar alterações na nossa boca.

Já reparou que as suas próteses removíveis vão ficando mais soltas com o passar do tempo? Não são as próteses. São os seus ossos e gengivas que estão em recessão, devido ao fenómeno da reabsorção óssea. E à medida que as próteses vão ficando cada vez menos adaptadas à sua boca, também o problema se vai agravando, numa verdadeira bola de neve.

Para evitar situações que podem culminar na atrofia da face, não podemos deixar de ir ao dentista, mesmo que usemos dentadura.

Se coloca essa questão, é porque já sabe que próteses sobre implantes dentários, ao contrário das próteses removíveis, acabam com o problema da reabsorção óssea. Mas, ainda assim, não vai poder deixar de visitar o dentista com regularidade.

Pessoas com implantes dentários também podem desenvolver problemas de gengivite. Ou, pior, podem ficar com peri-implantite. O que pode culminar na perda dos seus implantes

Além de não podermos descurar os nossos cuidados de higiene oral, com implantes dentários temos de continuar a ir a consultas de Medicina Dentária. Só assim será possível despistar quaisquer problemas que surjam e atuar imediatamente sobre eles. Evitando desperdiçar o investimento que já fizemos em soluções fixas. E garantindo que mantemos a nossa Saúde Oral.

 

Não se esqueça que o seu dentista pode fazer rastreios ao cancro oral.

Portugal é o quarto país da União Europeia com maior taxa de casos de Cancro Oral. E o sétimo com maior taxa de mortalidade. Dados alarmantes do Sistema de Informação sobre Cancro na Europa, integrado na Comissão Europeia.

Sendo um problema multifatorial, pode ter várias causas. Contrariamente ao que se pensa, o Cancro Oral não é apenas uma consequência do consumo de tabaco.

A forma mais eficaz de tratar o Cancro Oral é diagnosticando o problema precocemente. E isto consegue-se com visitas regulares ao dentista. Se o seu dentista notar algum tipo de anomalia na sua boca, irá recolher uma amostra do tecido e irá enviá-la de imediato para um laboratório. E esse acompanhamento pode salvar a sua vida.

Deve continuar sempre a visitar o seu dentista. Mesmo sem dentes naturais.

 

Se não visita o seu dentista há muito tempo, aproveite para marcar uma consulta de avaliação médica completa, sem qualquer compromisso.

Poderá fazê-lo em qualquer uma das 60 clínicas OralMED Medicina Dentária que existem no país. Será recebido, em segurança, por equipas multidisciplinares de Médicos Dentistas, prontas a atuar sobre qualquer problema de Saúde Oral. Aceda a meios de diagnóstico avançado, logo na primeira consulta. E fique a conhecer em detalhe o melhor Plano de Tratamento para o seu caso.