Doces de Natal

  • Doces de Natal

    Não se atire para a cadeira do dentista!

    Saiba o açúcar que poderá estar a consumir quando opta por alguns doces natalícios. E aprenda a evitar problemas de Saúde Oral.

    Saúde Oral

Notícias

Todos precisamos de algo doce este Natal. Mas mesmo que procuremos um consolo extra, continua a não valer exageros! Saiba que doces típicos desta quadra têm mais e menos açúcar. E entenda porque tem de ter tanto cuidado para não ganhar uma visita de urgência ao dentista no sapatinho.

Dentista: neste Natal não abdique do que mais gosta.

 

Doces de Natal: conta, peso e medida (do açúcar).

Do bolo-rei, ao tronco de natal, passando pelos inevitáveis sonhos e as gulosas azevias, saiba a quantidade de açúcar que está a consumir com cada uma destas tentações natalícias. Não é para se sentir culpado! É para que tome decisões informadas.

  1. Bolo-rei - 8,9g de açúcar por fatia (40g)

  2. Bolo-rainha - 6,8g de açúcar por fatia (40g)

  3. Aletria - 7,4g de açúcar por taça (50g)

  4. Arroz doce - 14,5g por taça (50g)

  5. Rabanadas (com pão branco) - 41,4g de açúcar por rabanada grossa (100g)

  6. Sonhos - 7,3g de açúcar por sonho (25g)

  7. Broas castelares - 22,9g cada broa

  8. Tronco de Natal - 16,3g de açúcar for fatia (40g)

  9. Filhoses - 26,1g por filhós (50g)

  10. Azevias de grão - 40,3g de açúcar por azevia (100g)

Está a perceber o problema? Nesta quadra provavelmente vai consumir bastante mais açúcar do que consome no dia-a-dia... E os seus dentes poderão sofrer as consequências, se não tiver os cuidados necessários.

Não deixe que os doces de Natal o atirem para a cadeira do dentista!

 

Evite uma visita urgente ao dentista.

Não precisa de abdicar totalmente destes doces de Natal para manter a Saúde dos seus dentes e gengivas. Nem terá um encontro certo com a cadeira do dentista se optar por repetir uma vez ou outra as sobremesas da quadra. No entanto, há alguns cuidados que poderá ter para evitar consequências negativas ao nível da sua Saúde Oral.

  • Redobre os cuidados de higiene oral. - Sabe aquela escovagem que às vezes salta entre o almoço e o lanche porque não tem as melhores condições para lavar os dentes no trabalho? Se vai estar em casa, não há desculpas. E o fio dentário, que nem todos os dias sai do armário? É bom que o use. Não são só as cáries que estão ao virar da esquina nesta altura do ano. Doenças como a gengivite ou a periodontite podem surgir devido à acumulação de placa bacteriana entre os dentes e gengivas. Este Natal lave os dentes mais vezes e não salte a limpeza interdentária!

  • Faça um checkup pré-natalício no seu dentista. - Será que não tem uma cárie mais discreta por tratar? Se tiver problemas em boca, uma dieta rica em açúcares e cuidados de higiene oral insuficientes podem resultar em patologias mais graves, dolorosas e onerosas. Antes de planear a ceia natalícia, marque uma consulta de avaliação no seu dentista. Despiste quaisquer problemas antes que se tornem numa dor de cabeça maior.

Tome cuidados e evite urgências no dentista.

 

Os excessos nunca são bons em nenhuma altura do ano. E além disso, hoje em dia é fácil encontrar alternativas saudáveis às receitas tradicionais de Natal. No entanto, não precisa de dizer não aos consolos natalícios para continuar a Sorrir para a Vida.

Tenha rotinas de higiene oral completas e mais frequentes. E se ainda não visitou o seu dentista este ano, marque uma consulta de avaliação completa. Poderá fazê-lo numa das 50 clínicas OralMED Medicina Dentária, sem qualquer compromisso. Terá à sua disposição meios de diagnóstico avançados e uma equipa de Médicos Dentistas multidisciplinar. Para que conheça o estado da sua boca em detalhe, logo na primeira consulta.