• Marcação Online calendar
  • Fale com um assistente chat
  • Checkup Online agenda
  • Oferta de avaliação médica gift

Retração gengival: existe tratamento?

  • Retração gengival: existe tratamento?

    Entenda de que forma poderá resolver este problema em segurança.

    O tratamento de gengivas retraídas apenas pode ser realizado por um profissional e dependerá sempre do caso de cada Paciente.

    Periodontia

Notícias

Retração gengival: existe tratamento?

A retração gengival é um problema que afeta o dia-a-dia de milhares de portugueses. E quando sofremos com um problema, além das causas e das possíveis consequências, queremos sobretudo saber de que forma o podemos tratar o mais rapidamente possível. Sabe de que forma pode resolver este problema com toda a segurança?
 

A retração gengival tem tratamento?


Sim. Idealmente, este problema deve ser evitado com visitas regulares ao dentista e seguindo uma higiene oral adequada. Ainda assim, também é possível resolver o problema quando já existe retração gengival. Dependendo da análise de cada caso, a solução poderá passar pelo simples controlo da situação ou por uma intervenção propriamente dita. 

 

"A solução poderá passar pelo simples controlo da situação ou por uma intervenção propriamente dita."


Quais são os tratamentos disponíveis?


Como sempre, as formas de tratamento dependem da gravidade da situação. Assim, além dos tratamentos que visam combater as causas do problema – seja através de destartarizações ou do uso de aparelhos ortodônticos, por exemplo –, podemos dividir os tratamentos principais em dois cenários: os mais simples e os mais graves.
 

  • Nos casos mais simples, poderão ser tomadas medidas para que a situação não piore, sem recorrer a tratamentos invasivos. Para tal, os médicos dentistas poderão utilizar um produto específico para gengivas sensíveis e explicar de que forma deve ser feita a higiene oral. Assim, além da melhor técnica para combater a retração gengival, poderão ser também recomendadas pastas dentífricas específicas e escovas com cerdas macias, por exemplo.

  • Em casos mais graves, poderá ser necessário recorrer também à cirurgia gengival. Este procedimento tem como objetivo voltar a cobrir a parte do dente que ficou exposta e pode ser efetuado de duas formas: reposicionamento gengival (usando a gengiva que se encontra junto dessa área) ou enxerto gengival (em que a gengiva necessária é retirada de outro local da boca e aplicada na zona em falta). Apesar de ser um trabalho exigente e que deve ser sempre feito por um profissional, hoje em dia esta é uma técnica simples, realizada com anestesia local e que pode durar apenas cerca de 30 minutos.
     

Que cuidados deve ter?


Se não sofre de retração gengival, mantenha consultas regulares ao seu dentista e vigie atentamente o estado da sua Saúde Oral. Lembre-se: ao consultar regularmente o seu dentista e adotar os seus conselhos na higiene oral diária, estará a prevenir problemas desnecessários e a garantir que faz o melhor por si e pela sua Saúde Oral.

Por outro lado, se desconfia que pode estar a passar por este problema, seja qual for o seu estado, consulte o seu médico o mais rapidamente possível. Com a ajuda de um profissional, poderá identificar as causas da retração e iniciar o tratamento adequado com toda a segurança e conforto.