Dentista perto de si

  • Dentista perto de si

    Onde encontrar e quando visitar?

    Ir ao dentista não deve ser visto como uma solução de último recurso.

    Saúde Oral

Notícias

Mesmo nos dias que correm, uma ida ao dentista é muitas vezes vista como uma solução de último recurso. Algo a que só se recorre numa urgência ou quando já existe uma dor de dentes forte, por exemplo. E existem muitos motivos para que assim seja: por desconhecimento da importância das visitas regulares, pelo valor das consultas de Medicina Dentária, por medo do dentista ou por existir pouca oferta na região onde as pessoas habitam ou trabalham.

Neste artigo, perceba a importância do médico dentista, qual a frequência ideal com que deve visitar uma clínica de Medicina Dentária e saiba como entrar o dentista mais próximo de si.

 

Com que regularidade devemos ir ao dentista? 

É importante perceber que não existe uma recomendação oficial de visitas anuais ao dentista que se aplique a todas as pessoas: a periodicidade ideal varia de Paciente para Paciente. E depende de vários fatores de risco. 

Para além do estado dos dentes, a complexidade desta decisão deve-se também às gengivas e ao estado do osso de apoio, por exemplo. Assim, enquanto para umas pessoas uma consulta no dentista por ano pode ser suficiente, para outras, que tenham tendência a desenvolver problemas periodontais, podem ser aconselhadas consultas a cada três ou quatro meses para evitar que os seus problemas culminem na perda dentária ou em tratamentos mais complexos e dispendiosos.

No caso das crianças, a primeira consulta no dentista deverá acontecer assim que nascer o primeiro dente de leite. Nesse momento, o dentista indicará a melhor forma de proteger os dentes. Indicando a frequência com que deverá voltar ao consultório para evitar cáries e outros problemas no futuro. O que poupará a carteira dos pais.

Nas crianças, embora o recomendado seja uma visita ao dentista de seis em seis meses, poderá também haver a necessidade de se ajustar esse período.

A regularidade ideal com que deve visitar o dentista depende do seu estado de Saúde Oral.

 

Dentista perto de si

Nas clínicas OralMED Medicina Dentária pode contar com mais de 300 médicos dentistas espalhados um pouco por todo o país. Equipas multidisciplinares preparadas para tratar todo o tipo de problemas de Saúde Oral. E que trabalham com Protocolos de Pagamento especiais, para que possa aceder a tratamentos de Medicina Dentária contemporânea através de pagamentos fraccionados, ajustados às suas necessidades.

Encontre os dentistas mais próximos de si aqui. Irá encontrar o melhor dentista para si na sua região e na clínica OralMED mais próxima da sua casa ou do seu trabalho. 

Poderá ainda fazer o agendamento online da sua consulta de avaliação, realizada sem qualquer compromisso, selecionando logo a localidade mais conveniente para si: 

 

Dentista de seis em seis meses: sim ou não? 

A determinada altura, as organizações de Saúde sentiram necessidade de estabelecer alguns cuidados de prevenção gerais e que facilitassem a compreensão das pessoas.

Assim, optaram por recomendar que as pessoas visitassem o seu dentista duas vezes por ano para verificarem o estado da sua boca e procederem às limpezas necessárias.

Atualmente, esta regra tem-se revelado bastante útil e continua a ser uma boa forma de abordar a necessidade de consultar o dentista frequentemente.

Embora cada caso seja um caso, na maioria das situações, deve-se visitar uma clínica de Medicina Dentária de seis em seis meses. No entanto, se possuir algum problema em específico, é natural que o tenha de fazer mais frequentemente.

Ir ao dentista: de quantos em quantos meses?

 

Ir ao dentista: e no seu caso específico?

A única forma de ter acesso a informação personalizada sobre o seu caso e sobre a periodicidade com que deve vigiar a sua Saúde Oral no dentista é realizando uma consulta de avaliação. Assim, poderá obter um diagnóstico completo do estado da sua boca.

Conhecendo o calendário proposto pelo dentista, faça os possíveis por cumpri-lo. Dessa forma, poderá acompanhar o estado da sua boca ao longo do tempo. Aproveite para tirar regularmente dúvidas sobre qualquer procedimento. E, acima de tudo, garanta que as suas consultas não são dedicadas a tratamentos, mas sim à prevenção e à manutenção de uma Saúde Oral perfeita.

 

 

Artigo publicado pela primeira vez em março de 2018 e revisto em fevereiro de 2022.