A cárie e o stress

  • A cárie e o stress

    Uma relação "tóxica"...

    O stress pode provocar lesões de cárie. Mas existem formas de reduzir os seus efeitos negativos na Saúde Oral.

    Saúde Oral

Notícias

Hoje em dia sabemos, sem sombra de dúvida, que os maus hábitos alimentares e de higiene oral são as principais causas da formação de lesões de cárie. Mas, graças à investigação, conhecem-se ainda outros fatores que podem conduzir ao aparecimento deste problema. Fatores que podem, à primeira vista, nem parecer ter influência na nossa Saúde Oral, como os níveis de stress e ansiedade que sentimos. Entenda porquê.

 

Cárie dentária: contexto mundial

A cárie dentária continua a ser considerada o problema de Saúde mais prevalecente a nível mundial. De acordo com os dados mais recentes do Global Burden of Disease Study (o Estudo Global de Carga das Doenças), cerca de 2,3 mil milhões de pessoas têm lesões de cárie em dentes definitivos. Estimando-se ainda que mais de 530 milhões de crianças apresentem cáries em dentes de leite. Fazendo da cárie um problema que parece não discriminar idades, crenças ou classes sociais.  

A cárie e o stress: uma relação "tóxica"

 

A cárie e o stress

Parece rebuscado, mas o stress pode mesmo estar na origem das cáries. Isto porque, quando estamos em stress, o nosso corpo despoleta uma série de respostas químicas e físicas que provocam desequilíbrios em todo o organismo. E a nossa boca não é exceção. Atualmente, é possível identificar três principais efeitos do stress na sua Saúde Oral:

  1. Boca seca - Com o aumento do stress, existe, por exemplo, um aumento nos níveis de adrenalina. Entre outros efeitos, a adrenalina irá provocar uma diminuição na produção de saliva, favorecendo um ambiente bucal seco. Assim, o stress irá proporcionar as condições ideais para a proliferação de bactérias nocivas em boca.

  2. Sistema imunitário comprometido - Com o aumento do stress, também o nosso sistema imunitário sofre alterações, ficando em desequilíbrio. Com as defesas em baixo, o organismo fica mais exposto a potenciais infeções e doenças ao nível de todos os orgãos. Sendo menos eficaz no combate de ameaças bacterianas, virais ou fúngicas. Por outro lado, o stress pode ainda provocar respostas auto-imunes, favorecendo a inflamação de tecidos como as gengivas. E levando ao desenvolvimento de doenças como a gengivite ou a periodontite.

  3. Disfunções musculares - O stress pode ainda provocar o tensionamento dos músculos faciais e levar ao desenvolvimento de disfunções como o bruxismo. Com as estruturas dentárias mais fragilizadas e com a destruição do esmalte, formar-se-ão fraturas que irão permitir o acesso de bactérias prejudiciais ao interior do dente.

Evite a cárie: reforce os seus hábitos de higiene oral.

 

Como reduzir os impactos do stress na Saúde Oral?

Antes de mais, se sofre de stress e ansiedade, deve procurar ajuda especializada. A nossa Saúde mental pode ter consequências graves na nossa Saúde geral. Além de que o stress poderá mesmo ter origens físicas que necessitam de atenção médica. Eliminando a fonte do problema, à partida, o seu organismo irá acompanhar a mudança e voltará ao equilíbrio.

Relativamente à sua Saúde Oral, para se proteger das consequências negativas do stress pode ter alguns cuidados que farão toda a diferença:

  1. Beba muita água - Mantenha-se hidratado. Se mantiver as condições certas de húmidade da sua boca, irá ser mais fácil proteger os seus dentes das bactérias responsáveis pelas lesões de cárie;

  2. Reforce os seus hábitos de higiene oral - O seu organismo encontra-se mais frágil e precisará de ajuda para compensar os desequilíbrios. Use dentífricos com flúor para proteger o esmalte. E se notar diferenças significativas nas suas gengivas, fale com o seu Médico Dentista para evitar o desenvolvimento de doenças como a periodontite;

  3. Use uma goteira ou protetor bucal - Comportamentos como apertar ou ranger os dentes poderão conduzir a problemas graves na sua dentição. Se notar que os seus dentes estão a ficar desgastados ou acordar com dores de cabeça, maxilares ou pescoço, deverá começar a usar uma goteira ou protetor bucal. Irá impedir que os seus dentes se danifiquem mais enquanto lida com as causas do seu stress.

Evite a cárie: visite o seu Médico Dentista.

 

O nosso organismo funciona como um todo. Por isso, é normal que quando o seu equilíbrio é comprometido isso tenha repercussões ao nível de todos os órgãos. Se está a viver momentos de stress e ansiedade, tome atenção aos sinais do seu corpo. Existem formas de gerir estes problemas de forma a reduzir o seu impacto negativo na Saúde Oral. Tenha bons hábitos de higiene oral. E não abdique de visitar regularmente o seu Médico Dentista para despistar quaisquer problemas que possam surgir.