Cáries: provocam sempre dor?

  • Cáries: provocam sempre dor?

    Não espere mais para se tratar!

    Perceba os sintomas associados às cáries dentárias e procure tratar-se tão cedo quanto possível.

    Saúde Oral

Notícias

As cáries dentárias são a doença mais prevalecente em todo o mundo, afetando cerca de 2,83 mil milhões de pessoas, de várias faixas etárias e classes sociais. Apesar de tudo o que sabemos hoje em dia sobre as cáries, existem ainda algumas questões que geram confusão e que podem estar a contribuir para este cenário “pandémico” à escala mundial: quando temos uma cárie devemos logo tratá-la? Ou podemos esperar até que sintamos dores?

 

"Quando uma cárie dolorosa não é tratada, o nosso corpo tem tendência a mascarar os sintomas, acabando por nos habituarmos ao desconforto e deixando de notá-lo - o que pode fazer com que ignoremos o problema mais facilmente."

 

Cáries: quais são os sintomas?

As cáries dentárias começam por surgir, habitualmente, ao nível do esmalte, a camada mais externa do dente. Nesta fase, os sintomas da cárie são, geralmente, apenas a lesão visível, o pontinho preto que vemos na superfície do dente. 

À medida que a lesão vai progredindo, vai afetando as camadas mais interiores do dente. Quando a cárie chega à dentina, é normal experienciarmos sintomas como a sensibilidade dentária e até alguma sintomatologia de dor, uma vez que a dentina possuí pequenos túbulos que comunicam com os nervos do dente. 

Chegando à polpa dentária, a cárie começa a destruir os vasos sanguíneos e as terminações nervosas. Nesta fase já muito avançada da doença é possível sentirmos uma dor contínua no dente afetado. No entanto, o nosso organismo procura sempre tornar-nos funcionais e aliviar-nos do desconforto. Quando uma cárie dolorosa não é tratada, o nosso corpo tem tendência a mascarar os sintomas, acabando por nos habituarmos ao desconforto e deixando de notá-lo - o que pode fazer com que ignoremos o problema mais facilmente.

A partir do momento em que a infeção chega ao interior do dente e se começa a formar pus, rapidamente se poderá desenvolver um abcesso dentário. Nestes casos, a sintomatologia de dor pode ser insuportável, levando muitas pessoas a não adiar mais a visita ao dentista.

Se em cada uma das suas fases de evolução a lesão de cárie não for tratada, irá acabar por resultar na perda de um ou mais dentes.

A sintomatologia de dor só aparece numa fase avançada das cáries.

 

Então, quando devemos tratar as cáries?

Idealmente, não devemos tratá-las. Devemos, sim preveni-las. As cáries são das únicas doenças no mundo que podem ser totalmente evitadas, desde que tenhamos os cuidados adequados. Lavar os dentes no mínimo duas vezes por dia, passar o fio dentário regularmente e visitar o Médico Dentista de seis em seis meses são o suficiente para garantir que as lesões de cárie não se tornam num pesadelo nas nossas vidas. Evitando ainda os encargos financeiros que podem surgir devido a todas as complicações associadas a esta doença.

No entanto, se tivermos uma cárie, não devemos ter vergonha de procurar ajuda. Nem podemos adiar o seu tratamento, se não quisermos ter outras consequências bastante mais graves e onerosas. Se consegue ver um ou mais pontinhos pretos nos seus dentes, mesmo que não sinta qualquer dor, visite o seu Médico Dentista. As cáries são provocadas pela proliferação de bactérias nocivas em boca. Para além de poderem evoluir e entrar cada vez mais no interior dos nossos dentes, podem ainda contaminar outros dentes vizinhos se não forem tratadas a tempo. Dando origem a mais lesões que necessitarão de ser tratadas. Com dor ou sem dor, uma cárie não deve ser ignorada. 

E lembre-se: não existem remédios milagrosos para as lesões de cárie. Quando as cáries já são visíveis, o seu tratamento tem sempre de passar pela cadeira do dentista.

Se identificar a existência de uma cárie na sua boca, não espere para visitar o seu dentista.

 

Resumindo…

Ainda que a sua evolução possa conduzir a sintomatologia de dor, nem sempre sentimos desconforto associado a uma cárie. Quando a dor já é muito forte, é até possível que a cárie já tenha evoluído para um problema mais grave, como é o caso dos abcessos dentários. Por isso, as lesões de cárie, se não puderem ser evitadas, têm de ser tratadas tão cedo quanto possível.

Lembre-se que a forma mais fácil de não ter problemas com esta doença é através da prevenção. Tenha cuidados de higiene oral diários e visite regularmente o seu Médico Dentista.

 

Se ainda não visitou o seu dentista este ano, não adie mais a sua consulta. Marque uma consulta de avaliação médica completa numa das mais de 50 clínicas OralMED Medicina Dentária. Tenha acesso a meios de diagnóstico avançados, desde o primeiro momento, e despiste todos os problemas que possam existir na sua boca. Conheça, em detalhe, o estado da sua Saúde Oral graças à ajuda das equipas multidisciplinares dedicadas. E não deixe de Sorrir para a Vida!