Sensibilidade Dentária

  • Sensibilidade Dentária

    Como surge e como deve ser tratada?

    É um problema que afeta milhares de portugueses, mas que pode ser prevenido e tratado de forma simples.

    Saúde Oral

Notícias

Infelizmente, a sensibilidade dentária é um problema que afeta o dia-a-dia de muitos portugueses. O desconforto que lhe é associado chega a arruinar muitos bons momentos vividos à mesa com família e amigos. E pode mesmo condicionar os nossos hábitos de higiene oral. No entanto, hoje, podemos identificar várias explicações possíveis para o aparecimento desta condição e combatê-la eficazmente. Vejamos as principais causas desta dor e como devemos agir para preveni-la e tratá-la em segurança:

Sensibilidade dentária: o que é?

 

O que é a sensibilidade dentária?

A sensibilidade dentária é um problema bastante comum, que surge quando há exposição de uma das partes interiores do dente: a dentina. Por sua vez, esta componente possui vários canais finíssimos (os chamados “túbulos”), que estão conectados com o nervo situado no centro do dente. Assim, quando esses túbulos estão desprotegidos e recebem estímulos através dos alimentos, das diferenças de temperatura ou da ação da escova de dentes, os nervos também são afetados e surge uma dor bastante incómoda. 

"A sensibilidade dentária é um problema que surge quando há exposição de uma das partes interiores do dente: a dentina."

Esta sensação, que se pode manifestar de forma esporádica ou contínua, pode afetar qualquer pessoa, mas incide maioritariamente sobre os Pacientes entre os 20 e os 50 anos.


Sabia que...? A dentina é uma das principais partes que constituem os nossos dentes. Localiza-se logo abaixo do esmalte, sendo por isso muito importante evitar e tratar lesões na camada mais externa do dente.


Sensibilidade dentária: como acontece?

 

Quais são as causas?

A exposição da dentina pode acontecer por desgaste do esmalte (responsável por proteger o interior dos dentes) ou por retração gengival (que pode expor a raiz e, consequentemente, a dentina). Neste sentido, podemos identificar 10 causas principais para este problema:

1. Escovagem incorreta – Esta talvez seja a causa mais evidente. Higienizar os dentes com demasiada força, frequência ou usar uma escova muito rija pode desgastar o esmalte dentário e afetar a gengiva, expondo a dentina.

2. Pastas de dentes abrasivas – As pastas de dentes branqueadoras, por exemplo, por conterem agentes abrasivos, também podem gerar problemas de sensibilidade.

3. Alimentos ácidos ou açucarados – Uma alimentação ácida (por levar à erosão do esmalte) e as comidas mais açucaradas (que facilitam o aparecimento de bactérias, podendo levar à retração gengival) também podem causar a exposição da dentina.

4. Cáries em estado avançado – As cavidades mais profundas podem atingir a dentina, aumentando a sensibilidade dentária. 

5. Bruxismo – O ato de ranger os dentes pode desgastar o esmalte, acabando por expor a parte mais interior do dente. Um médico dentista pode ajudá-lo a combater este problema.

6. Doenças nas gengivas – Inflamações nas gengivas podem levar à recessão gengival, causando a exposição da raiz do dente e da dentina.

7. Tártaro nos dentes – Uma vez que a acumulação de tártaro pode afetar o esmalte e inflamar as gengivas.

8. Tratamentos recentes – Os Pacientes também podem sentir sensibilidade dentária temporária após alguns tratamentos, como destartarizações, branqueamentos ou restaurações, por exemplo.

9. Dentes partidos – Naturalmente, em situações extremas como dentes fraturados também é natural que sinta sensibilidade.

10. Restaurações estragadas – Dentes que tenham sido alvo de restaurações no passado podem acabar por partir-se ou desgastar-se. Desse modo, é possível que algumas bactérias se alojem nesses espaços, inflamando ou expondo o interior do dente e causando dor.
 

Como é pode ser tratada?

Um cenário de sensibilidade dentária não implica, necessariamente, um tratamento desconfortável e bastante complicado. Na verdade, se o caso não for muito grave, uma pasta dentífrica adequada pode ajudar bastante a resolver o problema. Para além disso, é possível que, nestes casos mais ligeiros, os constituintes da saliva também ajudem a remineralizar o esmalte.

Atualmente, existem vários tratamentos disponíveis que, dependendo do caso, permitem aliviar ou resolver definitivamente a sensibilidade dentária. Alguns exemplos dessas soluções são os vernizes de flúor, as restaurações e as desvitalizações.
 

Sensibilidade dentária

 

Que cuidados deve ter?

Para combater esta condição, o melhor é prevenir ativamente o seu aparecimento. Para tal, tenha em atenção as causas enumeradas acima, visite regularmente o seu dentista e faça uma higiene oral correta, seguindo as suas recomendações.

Além disso, sempre que sentir algum tipo de desconforto, consulte imediatamente o seu Médico Dentista. Apenas um profissional poderá descobrir a causa e resolver o problema de forma adequada, corrigindo eventuais maus hábitos que possam estar na origem da dor.

 

Artigo publicado pela primeira vez em janeiro de 2018 e revisto em agosto de 2020.