A pasta de dentes perfeita...

  • A pasta de dentes perfeita...

    Não dê em doido no meio de tantas opções disponíveis.

    Nós damos uma ajuda.

    Saúde Oral

Notícias

Já alguma vez chegou à área de produtos de Higiene Oral num supermercado ou farmácia e ficou sem saber o que escolher no meio de tantas variedades de pasta de dentes? De facto, no meio de tanta diversidade, torna-se difícil tomar uma decisão. Principalmente, quando queremos garantir que escolhemos o produto mais indicado para a manutenção da nossa Saúde Oral. Na hora de escolher a sua pasta de dentes, perceba alguns aspetos que pode ter em conta para ajudar e acelerar o processo.

 

"Não se esqueça: uma pasta de dentes mais cara nem sempre é uma pasta de dentes melhor!"

 

Branqueadoras, proteção das gengivas ou fortificantes de esmalte?

A tipologia da pasta de dentes ideal para si vai depender do estado da sua Saúde Oral. Tem gengivas sensíveis, inflamadas e sangra com facilidade na escovagem? Viu que tem pelo menos uma cárie visível e não quer que se agrave? Tem dentes saudáveis mas gostava de remover algumas manchas mais escuras? 

A pasta de dentes não é um produto milagroso. Não irá tratar as suas cáries nem curar a sua periodontite sem intervenção clínica. Mas pode ajudar na manutenção da sua Saúde Oral, impedindo o aparecimento ou o agravamento de problemas. Nestes casos, faz sentido dispensar algum tempo para perceber qual é a melhor solução para si.

Mas se tiver uma boca saudável, visitar regularmente o seu dentista e não apresentar qualquer desconforto, não precisa de se preocupar muito com o tipo de pasta que escolhe. O ideal é verificar apenas se a pasta contém flúor nas concentrações mais indicadas e perceber se tem um sabor e cheiro que lhe agradam.

Pode escolher pastas de dentes vegan, que não utilizam químicos poluentes, ou uma marca comum de supermercado. O que é fundamental é continuar a lavar os dentes todos os dias, pelo menos duas vezes por dia, e não esquecer o fio dentário.

Pasta de dentes: não se esqueça do fio dentário!

 

Pasta de dentes branqueadora

Estas pastas vão ajudar a remover algumas manchas da superfície dos seus dentes. Mas irão fazê-lo devido à sua ação abrasiva - estas pastas desgastam um pouco a superfície dentária revelando uma superfície mais clara, que ainda não tinha sido exposta a elementos de escurecimento (como o chá, café ou o tabaco).

Isto significa que estas pastas poderão oferecer-lhe alguns resultados visíveis. Mas irão comprometer um pouco o esmalte no processo. Não devendo ser utilizadas durante longos períodos consecutivos. 

Se tiver problemas de gengivas, cáries, fraturas, dentes lascados ou se sofre de sensibilidade dentária, deverá evitar ao máximo a utilização deste tipo de pasta de dentes. Ao serem abrasivas, irão agravar o estado destas patologias.

 

Pasta de dentes para problemas das gengivas

No caso de ter problemas de gengivas, deve usar uma pasta de dentes específica. E manter-se afastado de pastas que tenham outros objetivos. Para além de flúor, os produtos para as gengivas contêm substâncias anti-sépticas que ajudam na inflamação. 

Mas atenção! Estas pastas de dentes não devem ser utilizadas por períodos superiores a duas semanas. Depois disso, se continuar com problemas, terá mesmo de contatar o seu Médico Dentista assim que possível. 

Os produtos que protegem as gengivas vão ajudar a controlar os sintomas de inflamação e oferecer-lhe o alivio que precisa enquanto procura tratamento. Na consulta, o seu Médico Dentista poderá depois recomendar-lhe outros produtos para usar durante a escovagem. Mas, até lá, continue a fazer a sua Higiene Oral e fique atento a qualquer alteração nas suas gengivas.

Pasta de dentes: não existem milagres.

 

Pasta de dentes “milagrosa” para as cáries

Não se deixe enganar. Não existem pastas de dentes que curam eficazmente uma cárie dentária. Este tipo de lesão só pode ser tratada em gabinete médico.

No entanto, as pastas de dentes que contêm concentrações de flúor de 1500 ppm são ideais para prevenir o aparecimento e agravamento de cáries em adultos. Ajudando a atrasar a proliferação do problema nos restantes dentes enquanto aguarda pelo seu tratamento.

No que toca às cáries e a muitas outras patologias orais, o mais importante é mesmo a forma e a frequência com que lava os dentes. A ação mecânica é a parte mais importante da escovagem. Mas nem mesmo isso irá curar uma cárie já instalada. Fale com o seu Médico Dentista e não evite tratar-se.

 

Pasta de dentes para a sensibilidade dentária

Se sofre de sensibilidade dentária, a escolha da pasta de dentes pode fazer toda a diferença no alívio do desconforto. Fuja de pastas com ação abrasiva, como as branqueadoras, e procure pastas com flúor. 

O flúor tem um papel fundamental na proteção do esmalte dentário. Podendo mesmo ajudar na sua remineralização, fortificando dentes que estejam mais fragilizados. Uma vez que a sensibilidade dentária resulta da exposição da dentina, a camada que se encontra abaixo do esmalte, uma pasta de dentes com flúor na dose certa pode mesmo fazer com que o problema desapareça.

A sensibilidade dentária pode ter muitas origens e não deve nunca ser ignorada. Se verificar que é um problema persistente e que lhe causa transtorno no seu dia-a-dia, não deixe de falar com o seu dentista! Pode ter fraturas ou outro tipo de lesões que requerem tratamento médico.

Mais importante do que a pasta de dentes são as suas rotinas de Higiene Oral.

 

Resumindo...

Pastas há muitas, mas o seu Sorriso é único. Como viu, mais importante do que qualquer produto, são as suas rotinas de Higiene Oral. Mas se sofre de problemas de dentes e gengivas, vale a pena estar mais atento na hora de escolher o produto que vai utilizar.

Não se esqueça: uma pasta de dentes mais cara nem sempre é uma pasta de dentes melhor!

Leia os rótulos, veja se o produto contém os ingredientes de que precisa e, se tiver dúvidas, fale com o seu Médico Dentista ou Higienista Oral.