13 hábitos que estragam os seus dentes

  • 13 hábitos que estragam os seus dentes

    Conheça alguns comportamentos a evitar para garantir dentes fortes e saudáveis.

    No nosso dia-a-dia, é frequente adotarmos vários comportamentos que se podem revelar extremamente prejudiciais para a nossa Saúde Oral.

    Saúde Oral

Notícias

13 hábitos que estragam os seus dentes

Muitas vezes, os dentes estragados são consequência de vários comportamentos que temos diariamente sem pensar nas suas consequências. Se quiser maximizar a qualidade dos seus dentes e gengivas, tenha em atenção os seguintes hábitos:

  1. Mastigar cubos de gelo – Embora muitas pessoas acreditem que mastigar cubos de gelo é bom para os dentes, a verdade é que fazê-lo pode desgastar seriamente o esmalte, causar fissuras bastante dolorosas ou até partir os dentes.

  2. Frutas desidratadas – As frutas desidratadas têm sido uma opção muito procurada para lanches saudáveis. No entanto, estes alimentos são tipicamente ácidos e pegajosos, podendo aderir aos dentes e permanecer na sua superfície durante mais tempo do que o habitual. Para evitar problemas, experimente enxaguar a boca depois consumir estas frutas, lavando bem os dentes, com a escova e o fio dentário.

  3. Consumo excessivo de citrinos – Quando utilizados em excesso, frutos e sumos à base de citrinos podem causar e/ou irritar aftas e causar erosão no esmalte, enfraquecendo os dentes.

  4. Café e chá – Para além de serem frequentemente consumidas com açúcar, estas bebidas também podem deixar a boca mais seca (um ambiente mais propício para o aparecimento de cáries) e manchar os dentes. Para reduzir os danos, evite adicionar açúcar e ingira bastante água.

  5. Má escovagem – Muitas pessoas optam por uma escova dura e acabam por esfregar os dentes com demasiada força (em vez de escová-los), aumentando a sua sensibilidade e irritando as gengivas. Para além disso, escovar os dentes mais do que 2/3 vezes por dia é excessivo e também poderá contribuir para desgastar os seus dentes.

  6. Piercings na língua ou nos lábios – Ainda que muitas pessoas optem por colocar piercings na boca, estes podem originar dentes partidos, danos nas gengivas e aumentar o risco de contrair infeções. Aconselhe-se com o seu médico para saber como evitar estes problemas.

  7. Usar os dentes como utensílio – Este é um hábito muito presente no dia-a-dia de algumas pessoas. Seja para abrir garrafas ou embalagens, são muitos os Pacientes que recorrem aos seus dentes como se de ferramentas se tratassem. Contudo, ao fazê-lo poderá partir os dentes, ferir a mandíbula ou até engolir algo acidentalmente. Utilize os instrumentos adequados.

  8. Doces duros – Para além da quantidade de açúcar presente nos doces, os produtos mais rijos podem mesmo gerar fissuras ou fraturas nos dentes.

  9. Refrigerantes – As enormes quantidades de açúcar e os ácidos associados a estas bebidas podem atacar seriamente o esmalte dentário. Além disso, as bebidas com cafeína podem reduzir significativamente a quantidade de saliva na boca.

  10. Roer as unhas – O hábito de roer as unhas, repletas de bactérias, pode gerar infeções na boca e no sistema digestivo.

  11. Comer constantemente – Comer várias vezes ao dia, sobretudo alimentos açucarados, contribui para que mais restos de alimentos se acumulem nos seus dentes, aumentando o risco de contrair cáries.

  12. Morder lápis – Embora seja uma prática comum nos estudantes, fazê-lo pode causar fissuras ou até fraturas nos dentes. 

  13. Fumar – Existem várias consequências negativas para a sua saúde oral que advêm do ato de fumar, tais como manchas na superfície dentária, queda dos dentes por doenças nas gengivas ou até cancro da boca (lábio e língua).

dentes estragados

Como evitar vir a ter dentes estragados?

Se costuma adotar algum destes comportamentos com frequência, faça um esforço e evite fazê-lo de hoje em diante. Os maus hábitos podem ser corrigidos e representam passos importantes para a manutenção de uma boa saúde oral e de um sorriso para a Vida.