Aparelhos dentários: conheça os 7 tipos principais

  • Aparelhos dentários: conheça os 7 tipos principais

    Veja aqui as características dos tipos de aparelhos mais utilizados pelos médicos dentistas.

    Atualmente, existem vários modelos de aparelhos dentários, todos com características distintas e aplicados tendo em conta o caso de cada Paciente.

    Ortodontia

Notícias

Aparelhos dentários: conheça os 7 tipos principais

Na hora de corrigir o posicionamento dos dentes, existem vários aparelhos dentários ao dispor dos médicos dentistas. E numa altura em que ainda é frequente associarmos a estes aparelhos a presença de elásticos, brackets ou arcos, a verdade é que as opções disponíveis vão muito além do produto tradicional. Para garantir que conhece as opções disponíveis, reveja alguns dos tratamentos e as suas principais características:
 

1. Aparelho Fixo Convencional


Os aparelhos dentários fixos são o modelo mais conhecido de todos. Recorrendo a bandas metálicas, brackets colados aos dentes, arcos e elásticos, estes aparelhos aplicam forças nos dentes que permitem alterar progressivamente a sua posição e corrigir dentes desalinhados. 

Apesar de não ser removível (o que faz com que não tenha de se preocupar com as horas em que deve retirá-lo ou não), este tratamento exige muita cooperação por parte do Paciente, no que à higiene diz respeito. Em certos casos, pode ser necessário extrair alguns dentes para criar espaço para os restantes ocuparem os espaços apropriados.
 

Aparelho fixo convencional

2. Aparelho Fixo Estético


Os aparelhos dentários fixos estéticos são semelhantes ao anterior, cumprem a mesma função, mas são realizados com recurso a materiais transparentes, como a porcelana, a safira ou o policarbonato.

Deste modo, ainda que requeiram os mesmos cuidados de higiene que a versão tradicional, estes aparelhos têm a vantagem de garantirem um resultado esteticamente superior ao oferecido pelo metal.


Aparelho fixo estético
 

3. Aparelho Autoligável (Damon System)


Contrariamente aos aparelhos dentários descritos até agora, o autoligável tem uma grande vantagem: dispensa a utilização de elásticos, prendendo os arcos metálicos diretamente nos brackets. Além disso, as ligas metálicas usadas neste tratamento também são ligeiramente diferentes, permitindo que os arcos se vão moldando ao longo do tempo, de acordo com o que foi previamente estabelecido pelo médico. 

 

"O aparelho autoligável dispensa a utilização de elásticos, prendendo os arcos metálicos diretamente nos brackets."

 

Assim, se for bem aplicada, apesar de ter a mesma utilidade que as opções anteriores, esta alternativa pode diminuir o tempo de tratamento, a frequência das consultas de manutenção e, em certos casos, até diminuir significativamente a pressão sentida pelos Pacientes.


Aparelho autoligado Damon System
 

4. Aparelho Invisível (Alinhadores) 


Este aparelho é composto por um conjunto de alinhadores transparentes e removíveis que se encaixam nos dentes, dispensando outros componentes. Produzido à medida de cada Paciente, este tratamento desencadeia o movimento dos dentes trocando periodicamente de alinhador, até atingir o resultado final. 

Ainda que, inicialmente, o aparelho invisível fosse utilizado apenas em casos mais simples, a verdade é que este método tem evoluído no sentido de se tornar numa solução viável para muitos casos. Atualmente, este é um tratamento cada vez mais procurado pelos Pacientes, tanto por permitir corrigir a posição dos seus dentes de forma discreta, como por facilitar muito os cuidados de higiene, comparativamente com os aparelhos mais comuns.

Aparelho invisível
 

5. Aparelho Lingual


Habitualmente utilizado em casos mais simples e rápidos, o aparelho lingual é também uma ótima solução para os Pacientes que preferem um tratamento que não seja muito visível. Nesta opção, os brackets são colocados na superfície interior dos dentes, desempenhando a mesma função que o aparelho tradicional, mas de forma praticamente invisível. 

Ainda que a habituação ao posicionamento dos brackets possa levar algum tempo, esta alternativa pode ser especialmente útil para desportistas, já que ajuda a evitar danos mais graves em caso de colisão.

Aparelho lingual

 

6. Aparelho Removível


Este tipo de aparelhos dentários têm o objetivo de alinhar os dentes ou mantê-los na posição adequada, corrigindo a mordida. Normalmente, apresentam uma base de resina acrílica (colocada no interior de uma ou ambas as arcadas dentárias) e alguns elementos que se encaixam nos dentes. 

Habitualmente, são utilizados em jovens até aos 15 anos, aproveitando o potencial de crescimento nesta idade, sobretudo para garantir que a dentição de leite é corretamente substituída pela permanente, com os espaços necessários e o desenvolvimento adequado dos ossos e dos dentes.


Aparelho removível
 

7. Expansores Palatinos

Este modelo é aplicado no palato (vulgarmente conhecido como "céu da boca"), para alargar o arco do maxilar superior. Apesar de ser um tipo de aparelho desconhecido para muitas pessoas, o expansor palatino é extremamente importante para corrigir mordidas cruzadas, um problema que deve ser tratado o mais cedo possível.


​​Aparelho expansor palatino

 

 

Com tantos aparelhos dentários, qual é o melhor?


Não existe um aparelho dentário que possa ser recomendado a todas as pessoas: o tratamento mais indicado para si dependerá, naturalmente, da sua situação específica. Se precisa de corrigir o posicionamento dos seus dentes, marque uma consulta, avalie o seu caso e analise as hipóteses disponíveis com o seu médico dentista.

Conheça os 7 principais tipos de aparelhos dentários

Lembre-se que, mais do que uma questão estética, o posicionamento dos dentes pode afetar bastante o desempenho normal da função mastigatória e a sua Saúde. Por isso, não adie mais, trate dos seus dentes o quanto antes e Sorria para a Vida.