Desvitalizar dentes

  • Desvitalizar dentes

    Descubra como é feito e para que serve este procedimento.

    Hoje em dia, já não existem motivos para de ter medo das desvitalizações. Perceba porquê.

    Saúde Oral

Notícias

Nunca precisou de fazer uma desvitalização? Então, talvez não saiba que desvitalizar dentes é um dos procedimentos mais realizados em clínica atualmente. Utilizado, sobretudo, em situações de cáries em estado avançado, este é um procedimento bastante simples e seguro. E que pode ser realizado em 5 etapas principais, sem provocar dores.

 

O que é uma desvitalização?

De um modo simples, uma desvitalização dentária é uma limpeza interna do dente. Consiste na remoção de tecidos infetados ou danificados que possam estar a comprometer a Saúde dos restantes dentes e gengivas. 

Como os nossos dentes conseguem desempenhar as suas funções sem estes tecidos internos, ao substituí-los por um material de enchimento adequado, é possível evitar extrações desnecessárias e preservar os nossos dentes naturais. 

Habitualmente, esta é uma solução aplicada nos caso em que existem cáries muito extensas e certas fraturas que atingem a polpa do dente, originando infeções devido à exposição a bactérias perigosas.

desvitalizar dente

 

Desvitalizar dentes: em que consiste?

Normalmente, são necessárias duas a três consultas para realizar uma desvitalização dentária. E, apesar de este ser um processo de grande exigência técnica, pode ser entendido em apenas 5 grandes etapas:

1. Avaliação – O processo inicia-se com uma análise completa do caso de cada Paciente. Com recurso a um raio-x e, se necessário, aos chamados testes de vitalidade, o médico dentista poderá avaliar a necessidade de desvitalização. Em caso afirmativo, o raio-x será útil para determinar o comprimento dos canais do dente e começar a planear a intervenção.

2. Abertura do dente – Caso se verifique que existe necessidade de incorrer numa desvitalização, dá-se início ao processo propriamente dito. Para tal, é realizada uma pequena abertura no dente, com o auxílio de uma broca, para que se consiga aceder aos canais no seu interior e, posteriormente, remover o tecido infetado. 

3. Limpeza – Uma vez criada a abertura de acesso, os canais são limpos com instrumentos e produtos próprios para o efeito.

4. Preenchimento – De seguida, o espaço que foi limpo é preenchido com um material biocompatível e selado com um cimento adequado para este tipo de tratamentos.

5. Restauração – Terminada a desvitalização propriamente dita, o trabalho apenas é dado por terminado depois de ser realizada a restauração necessária no dente.

Desvitalizar dentes: não há motivos para ter medo.

 

Como vimos, desvitalizar dentes é um tratamento bastante comum. É realizado em clínica, com toda a segurança e sem qualquer tipo de dor. Por isso, se este for o melhor tratamento para si, saiba que não existe razão para ter receio. 

Ainda assim, se quiser evitar ter de desvitalizar dentes, o melhor é prevenir o aparecimento de cáries. Tenha bons hábitos de higiene oral e visite o seu Médico Dentista regularmente. Resolva todos os seus problemas sem medo e não deixe de Sorrir para a Vida!

 

Artigo publicado pela primeira vez em junho de 2018 e revisto em agosto de 2020.