• Marcação Online calendar
  • Fale com um assistente chat
  • Checkup Online agenda
  • Oferta de avaliação médica gift

Pasta de dentes: qual é a quantidade ideal?

  • ESPECIAL INFANTIL

    Tudo o que sempre quis saber sobre a Saúde Oral dos mais pequenos

    Os temas mais importantes e os truques que não pode perder, para um crescimento harmonioso e com dentes saudáveis.

Tópico

Pasta de dentes: qual é a quantidade ideal?

Higienizar os dentes é uma tarefa básica e essencial para a nossa saúde oral em todas as idades. No entanto, embora a importância de uma boa escovagem seja reconhecida por todos, a verdade é que nem sempre sabemos com certeza como é que o devemos fazer. Um dos aspetos que mais dúvidas suscita é a quantidade de pasta de dentes recomendada para cada caso. No caso das crianças, que conselhos devemos ter em mente?
 

As pastas devem conter flúor? Porquê?


Sim, as pastas de dentes utilizadas podem e devem conter sempre flúor. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a utilização de pastas dentífricas com este mineral é a forma mais eficaz de diminuir as cáries dentárias. 

As pastas dentes devem conter sempre flúor.


Quais são as funções do flúor?


De um modo geral, o flúor tem duas funções principais: proteger e fortalecer. 

Por um lado, quando as bactérias se alimentam dos açúcares presentes na nossa boca (libertando ácidos que afetam o esmalte e favorecem o aparecimento de cáries), o flúor tem a capacidade de proteger os dentes, tornando-os resistentes a essa ameaça. 

Por outro, se os dentes do Paciente já apresentarem sinais de desgaste e desmineralização, também ajuda a reforçar o esmalte nessas áreas, tornando-os mais fortes.
 

Quais são as quantidades de pasta indicadas?

As pastas dentífricas adequadas para cada idade devem ser avaliadas em dois aspetos principais: a concentração de flúor e a quantidade utilizada em cada lavagem.

 

"Entre os 6 e os 10 anos, a indicação ronda os 800 ou 850 ppm."

 

Em relação às concentrações de flúor recomendadas para as crianças, estas dependem obviamente da idade. Como tal, entre os 2 e os 6 anos, a concentração recomendada é de 450 ppm. Entre os 6 e os 10 anos, a indicação ronda os 800 ou 850 ppm. E a partir dos 10 anos, é aconselhada uma concentração de 1250 ppm. 

Simultaneamente, para evitar problemas, é importante ter atenção às quantidades de pasta aplicadas em cada lavagem. Por isso, utilize quantidades semelhantes a um grão de arroz cru (0,1g) para crianças com dificuldade em cuspir (o que pode acontecer até aos 6 anos de idade) e uma quantidade semelhante a um grão de ervilha para as restantes crianças (0,3g). Outro indicador para a quantidade de pasta a ser usada pode ser o tamanho da unha do dedo mindinho da criança.
 

Que cuidados deve ter?


De um modo geral, estes são os principais conselhos que deve ter em conta durante a utilização de pastas dentífricas. Ainda assim, é importante referir que não existem dois casos iguais. Por isso, apesar de ter estes aspetos em conta, procure também informação personalizada de um profissional. 

Marcar uma consulta para o seu filho é a melhor forma de garantir que está a fazer o melhor pela sua Saúde Oral e que utiliza todos os instrumentos de forma adequada à sua situação. Não hesite, visite o seu dentista regularmente e Sorria para a Vida.